quanto custa manter uma casa

Independência: quanto custa manter uma casa?

Se você busca independência, a primeira pergunta que vem na cabeça é: quanto custa manter uma casa?

Mas sair da casa dos pais para morar sozinho, ter suas próprias responsabilidades e, principalmente ser dono da sua vida, demanda um preparo, pois vai muito além de apenas se mudar.

Mas não se preocupe, estamos aqui justamente para te dar dicas para você que quer saber o quanto custa manter uma casa.

Primeiro você tem que ter a certeza de que é isso que você busca, além do lado financeiro tem o lado psicológico, mudanças bruscas podem te fazer bem ou mal, pense muito nisso antes de começar a procurar um imóvel para morar. 

Mas se você já pensou e é isso que quer, parabéns pela iniciativa, é um passo muito importante. Agora vamos as dicas:

As vantagens de se ter a própria casa

A sua casa própria lhe proporcionará mais privacidade e independência, você irá ter total liberdade para decorá-la como quiser, se vai arrumá-la ou não, não importa, é sua e você fará as regras.

Quais os custos que você deverá pôr na ponta do lápis

O quanto custa manter uma casa vai depender também se você vai alugar ou comprar.  Se fez uma poupança para ter uma estabilidade financeira, ou tem um trabalho estável que te garante uma boa renda. Se vai morar em uma casa ou em um apartamento, qual o tamanho, etc.

Essas são perguntas que você deve se fazer antes de tudo.

Comprar ou alugar é o primeira decisão, comprar um imóvel tem a vantagem de que será uma coisa sua de verdade, poderá fazer reformas, trocar o piso, etc. Sem contar que em uma possível venda futura, você poderá lucrar se o imóvel valorizar.

Alugar é a escolha mais comum para quem vai morar sozinho pela primeira vez, principalmente entre jovens e estudantes. 

Entre as vantagens de morar de aluguel, está a rapidez de entrar e sair, é muito menos burocrático do que financiar, é altamente recomendado se tem em mente de que vai morar ali naquele lugar apenas temporariamente.

As desvantagens em morar de aluguel é que estará injetando dinheiro em algo que não é seu, dá uma sensação de dinheiro desperdiçado que poderia ser melhor aproveitado em um investimento de uma casa própria, e a outra grande desvantagem é que terá de arcar com diversas regras e alguns proprietários podem ser bem chatos.

Despesas de um financiamento:

  • Taxa de vistoria do imóvel;
  • Taxa de seguros;
  • Registro do imóvel;
  • Escritura;
  • ITBI;
  • Contratação de serviços vinculados;
  • Juros;
  • Possíveis reparos;
  • CET do financiamento;
  • Taxas das certidões emitidas em cartório;
  • Entre outras.

Lembrando que tudo isso varia de acordo com o tamanho, local e construtora que irá realizar o financiamento, algumas arcam com alguns custos. A AP Ponto, por exemplo, garante a taxa de ITBI e Registro do imóvel totalmente grátis para você.

Já as despesas de um aluguel são poucas ou não, dependerá do que acordar com o proprietário. Só reforçando que não estará investindo em um bem próprio.

Por esse ponto de vista parece até que comprar um imóvel é ruim, mas não é. 

No mercado é possível encontrar diversos financiamentos com valores muito acessíveis que são ainda mais facilitados pelos tantos planos de financiamento oferecidos pelos bancos e pelo governo.

Algumas parcelas do financiamento ainda podem sair mais baratas do que o valor de um aluguel, por exemplo.

Casa ou Apartamento?

Depois vem outra decisão importante, você vai morar em casa ou apartamento?

Com a casa você terá despesas com água, luz, internet, logística, parcela do financiamento ou aluguel.

Com o apartamento você terá despesas com luz, internet, logística, parcela do financiamento, ou aluguel, condomínio no qual geralmente a água está incluída por ser compartilhada pelo prédio.

E a logística?

Você tem que levar isso em consideração, terá que morar em um lugar que seja de fácil acesso para o seu serviço e/ou faculdade. 

Morar perto de parentes também pode ser muito bom e claro, da pessoa amada também, caso já não for morar com você. Estar próximo de um supermercado, uma farmácia e um hospital é necessário.

Se você tem carro terá que pensar em um lugar no qual o gasto de combustível e o tempo de locomoção sejam mínimos.

Se você usa transporte público, é bom estar em um lugar com diversas opções e que não tenha trajetos muito longos para não ter muito gasto com passagens.

Afinal, quanto custa manter uma casa?

Se chegou neste ponto de saber onde irá morar, saber sobre espaço e tipo de investimento, na hora de se mudar para seu novo lar você tem que estar ciente de que sua residência terá despesas todo mês como as de luz, água, gás e internet. 

Procure economizar na luz e na água, e procure encontrar um plano de internet com bom custo e benefício.

Aqui temos dicas incríveis de como economizar na conta de luz.

Você precisará de alimentos, itens de higiene pessoal e limpeza, o supermercado também é uma despesa fixa.

E aqui, temos dicas também de como economizar nas compras do mês.

Outra coisa, você com certeza precisará de eletrodomésticos e móveis, alguns extremamente necessários como geladeira, fogão, cama, sofá, etc. Outros são menos urgentes que contribuem apenas para a estética do imóvel como as decorações.

Para a redução de gastos com alguns itens você pode e deve fazer um chá de casa nova, convide muitas pessoas, quanto mais gente, mais presentes.

Eventualmente o seu imóvel pode necessitar de manutenção, seja um chuveiro queimado, um cano furado, um entupimento, etc. São coisas que não dá pra prever mas que acontecem, então é importante ter um dinheiro reservado para essas ocasiões, como diz o ditado: “O seguro morreu de velho”.

Então, você acha que vai ser viável se aventurar em morar sozinho(a)? Não precisa ter medo, chega esse momento para todo mundo.

Esperamos ter te ajudado com todas as dicas sobre o quanto custa manter uma casa. 

Precisamos ressaltar também algumas coisas importantes: não faça nenhuma loucura financeira e não tome nenhuma decisão no calor do momento, pense com cuidado sobre cada detalhe, não deixe nenhum passar para evitar qualquer frustração.

Morar sozinho é muito bom, uma experiência necessária para todo ser humano, contribui muito para o amadurecimento e melhoria pessoal. É uma grande satisfação e orgulho poder bater no peito e dizer que aquele cantinho é seu. Vá em frente com os seus sonhos e lhe desejamos toda a sorte do mundo.

O que achou do texto? Deixe seu comentário e conte com a gente para realizar seu sonho da casa própria!

Temos condições incríveis, apartamentos de 2 quartos, 45m² e área de lazer completa! 

Agende seu atendimento online ou presencial e vamos conversar!

 

dicas sobre finançasPowered by Rock Convert
COMPARTILHAR