planejar financeiramente para ter um filho

Como se planejar financeiramente para ter um filho

Se chegou a sua hora de ser pai ou mãe, parabéns! Filhos são bênçãos, mas se prepare pois sua vida nunca mais será a mesma. Por isso, nós preparamos esse guia completo que te ajuda a se planejar financeiramente para ter um filho.

Uma das coisas que muda permanentemente é o orçamento familiar, as despesas vão aumentar absurdamente.

Antes mesmo do bebê nascer os gastos já começam, sendo eles: enxoval, montagem do quarto do bebê, pré-natal, brinquedos, etc. E depois de nascer são centenas de fraldas, alimentação, pediatra, creche, escola primária, e por aí vai.

Mesmo sendo difícil, é muito especial ter um filho. Vamos começar?

Se planejar financeiramente para ter um filho começa antes da gravidez

Com que idade você pensa em ter um filho? É difícil adivinhar, mas você pode começar a planejar antecipado, para quando chegar o momento de verdade, você ter estabilidade para arcar com todas as despesas. 

O ideal é que os pais façam esse planejamento juntos, para quando acharem que é o momento certo, terem o filho.

Priorizem a saúde, a mãe pode ter assistência médica e pré-natal através do SUS, mas se optar por não fazer pelo Sistema Único de Saúde, será necessário um bom plano de saúde privado, para que não falte nenhum cuidado necessário.

Se optarem pelo plano de saúde, procure o mais rápido possível, uma vez que a carência para casos de gravidez costuma ser bem longa.

Até o trabalho da mãe tem que ser pensado. Ela ficará de licença maternidade por um tempo, será necessário um dinheiro reservado para que não passem dificuldade neste momento tão delicado e importante.

Ter reserva financeira para imprevistos

Imprevistos vivem acontecendo, infelizmente até nesses momentos inoportunos.

Por isso, ao se planejar financeiramente para ter um filho, é importante que você se preocupe em ter uma reserva financeira.

Além de todo o dinheiro necessário para seu filho, você precisa ter um dinheiro para um escape em casos de emergências e crises.

Ter uma casa que comporte a criança

Tem uma grande diferença entre um casal morando em uma casa e esse casal com uma criança. Apesar de pequena, a criança precisa de espaço, sendo assim, será necessário ter uma casa com um quarto sobrando quando estiver se preparando para ter um filho.

Além disso, é preciso que tenha toda uma reforma na casa, e claro que você irá priorizar o quarto da criança. Confira aqui como decorar o quarto do bebê.

Terá que adaptar o toda a casa para que não haja nenhum perigo para a criança, tal como troca de tomadas, proteção em janelas e degraus, etc. É necessário toda a segurança do mundo para o seu bebê.

Corte onde for possível

Se chegou o seu momento de se planejar financeiramente para ter um filho você precisará poupar, como dito anteriormente. Parece repetitivo, mas é importante que você siga isso como um mantra: poupar, poupar, poupar.

E para que isso ocorra, terá que fazer diversos cortes nas despesas. Comece pela redução com gastos esporádicos, como passeios, e coisas supérfluas. Logo comece a economizar em gastos fixos, como conta de luz e água.

Quanto maior a economia, mais dinheiro terá acumulado para ter todo amparo desde a gravidez até o nascimento. Pratique essa cultura de economia até quando o filho estiver crescendo, pensando em dar bons estudos a ele.

Enxoval e chá de bebê

Quando for fazer estes eventos, convide o máximo de pessoas possíveis para que todos te ajudem com presentes, como fraldas, produtos de higiene, banheira, roupas para o bebê, etc. 

Você pode fazer uma lista e divulgar aos convidados, não há nenhum problema nisso, todo mundo sabe que é necessário e vão poder ajudar como podem.

Faça uma conta poupança para a criança

É difícil após tantos gastos, mas vez ou outra se vê crianças que têm conta poupança desde quando nasceram. 

Se você depositar um pouco de dinheiro todo mês, quando o seu filho chegar aos 18 anos terá uma quantia muito boa para ele usar para entrar na faculdade, ou comprar o próprio carro. Pense nisso e procure um banco que ofereça a melhor condição para isso.

Conclusão

Se você pode planejar ter um filho, faça isso, é muito importante para que não falte nada na vida da sua criança. Não dê sorte ao azar e pense em dar de tudo do bom e do melhor para seu herdeiro, viver sem se planejar financeiramente para ter um filho é muito perigoso, lembrando que imprevistos acontecem.

O planejamento financeiro deve ser levado a sério, com ele é possível definir estratégias e metas que levaram sua família a maior estabilidade possível.

Mas não é preciso que façam loucuras para isso, você e sua família tem que compreender a realidade financeira de vocês e todo o planejamento tem que estar dentro das suas possibilidades e margens.

Faça um levantamento de todo o orçamento familiar e após isso você saberá:

  • Qual a sua realidade financeira;
  • Quais são os seus hábitos de consumo e como modificá-los;
  • Quais estratégias financeiras pode realizar que tragam o melhor rendimento;
  • Antecipar situações e decidir como se portar perante elas;
  • Como conseguir chegar aos seus objetivos financeiros.

Não se preocupe demais a ponto de deixar de apreciar esse momento tão maravilhoso. 

Aproveite cada segundo pois o tempo voa, desfrute-o com sua família e pessoas que você ama, os tenha por perto sempre, acompanhando o crescimento do seu filho com muito amor e carinho.

Boa sorte!

planejamento familiarPowered by Rock Convert
COMPARTILHAR