papel de parede

Papel de parede: Dicas de como usar e modo de aplicação

O papel de parede vem se tornando uma alternativa interessante para quem deseja decorar um cômodo ou até mesmo uma casa inteira. Há diversos modelos disponíveis, alguns até com textura para imitar tijolos, por exemplo.

Decorar com papel de parede apresenta algumas vantagens, tais como a liberdade de investir em tipos de decoração personalizadas e transformar o espaço em que ele será colocado.

Além disso, aplicar um papel de parede é um processo que gera muito menos trabalho e desconforto do que pintar a casa toda, por exemplo.

Confira então nosso artigo para você conhecer tudo sobre papel de parede, como escolher e como aplicá-lo. Vamos lá?

Tipos de papéis de parede

Para quem é leigo em decoração, o tipo do papel de parede que será aplicado na casa não é um aspecto que é muito estudado.

No entanto, é importante conhecer sobre cada tipo de papel de parede. Assim como ele poderá ser melhor aproveitado nos diferentes ambientes da casa.

Esta escolha afetará também a forma de instalação do papel de parede. Alguns podem ser mais difíceis de aplicar , mas de modo geral, o processo é simples e fácil. Basta ter paciência.

Confira então os principais tipos de papel de parede, e as diferenças entre eles.

Vinílico

Se você está à procura de um papel de parede resistente e que não desbote facilmente, deve olhar o modelo vinílico de com mais atenção.

O papel de parede vinílico se assemelha bastante ao plástico. Além da sua robustez, o material vinílico também é conhecido por ser resistente à umidade. Portanto, é a opção ideal para cozinhas, por exemplo.

Também é possível usá-lo em locais com alta exposição solar. Assim, este tipo de material será um verdadeiro “coringa” na sua decoração.

Adesivo

Para muitos especialistas em decoração, este é o melhor tipo de papel de parede. Isto porque o papel de parede adesivo tem toda a elegância e aparência de um modelo tradicional. Porém, sem necessidade de usar cola e trincha, pois o verso para aplicação já vem com uma cola adesiva.

Isto significa muito mais praticidade e facilidade na hora da aplicação. Por isso, o papel de parede adesivo é muito mais rápido de colocar e otimiza o seu tempo e dinheiro na hora de decorar a sua casa. Já que, se você tiver um pouquinho de habilidade, você mesmo pode aplicar este tipo de papel de parede.

Formato 3D

O papel de parede em formato 3D traz um toque extra para a decoração por meio da ilusão de ótica. Os relevos e texturas do papel de parede 3D acrescentam personalidade ao ambiente, dado o seu caráter que mistura os sentidos visuais e sensoriais da decoração.

Assim, é uma ótima escolha para ambientes aos quais você queira trazer alguma essência e impressionar os visitantes.

Tradicional

Ao contrário do papel de parede adesivo, que mencionamos acima, a versão tradicional vem em papel e deve ser fixado na parede com cola.

Apesar de apresentar estampas que não deixam nada a desejar aos demais, tenha em mente que o processo de remoção de um papel de parede tradicional é mais complicado. Assim, pense com cuidado antes de escolher seu modelo.

TNT

O papel de parede TNT é produzido com material não tecido, que possui como matérias-primas a celulose e o poliéster. Isto o confere muita durabilidade, porém, é necessário mais cuidado na hora da limpeza.

Além disso, apesar de não ser adesivo, o papel de parede TNT adere muito bem com a cola na parede. Assim, as emendas ficam praticamente invisíveis e o papel é mais fácil de remover.

Texturizado

Outro tipo de papel de parede muito legal são os texturizados. Pelo seu caráter requintado, ele é muito usado em ambientes clássicos ou que precisam de um toque sofisticado. Mas pode ser utilizado em seu lar.

Esse tipo de papel de parede lembra um pouco o modelo em 3D, dado o trabalho com as texturas. No entanto, no caso deste tipo, as texturas são mais suaves e delicadas.

Porém, como estamos falando de um tecido, ele não deve ficar exposto à umidade ou ao sol intenso. Isto porque o material pode perder a sua cor natural e ficarão com aquele aspecto desbotado.

Veludo

Quem tem interesse em deixar os espaços da casa com um toque mais luxuoso, poderá optar pelo papel de parede feito de veludo.

Contudo, é necessário verificar se alguma pessoa da sua família tem algum tipo de alergia a este material. Já que esse papel de parede tende a acumular pó, o que pode desencadear crises de rinite alérgica, por exemplo.

Como escolher o papel de parede?

Depois de conhecer os tipos de papéis de parede, é importante pensar em qual modelo é mais adequado para a sua casa. Para isso, aí vão algumas dicas para você escolher o modelo que mais se encaixa com o ambiente da sua casa.

Escolha um tema que tenha a ver com a sua personalidade

Não adianta escolher um papel de parede com aspectos de decoração mais avançados, como o veludo e o 3D, se esse não for o efeito que você quer transmitir no seu ambiente.

Nesse contexto, é importante idealizar bem o espaço antes de escolher o papel de parede que irá fazer parte da decoração. Assim como entender o estilo de decoração que você deseja imprimir no seu apartamento.

Se a ideia é transmitir mais simplicidade, adote um modelo mais sóbrio e com texturas mais lisas, por exemplo. Analise as opções disponíveis e escolha com cuidado.

Fique de olho na superfície da parede

Também é imprescindível ficar atento à superfície em que você vai fixar o papel de parede. Se o papel de parede for colocado em uma superfície que não estiver totalmente lisa, ele poderá criar bolhas, que irão danificar o material. Assim como resultado final, que não ficará como o esperado.

Além disso, avalie se a superfície da parede acumula mais umidade ou poeira. Se ela acumular umidade, é preciso tomar mais cuidado com a colagem e escolher materiais mais resistentes, como o vinílico.

No caso da poeira, ela pode prejudicar a colagem do papel do parede. Por isso, será preciso uma limpeza mais forte desta parede antes de colocar o papel.

Combine as cores

Mesmo se você desejar um ambiente que transmita muita personalidade, tenha em mente que combinações muito exóticas podem acabar transmitindo uma sensação contrária.

Nesse contexto, reflita bem sobre uma combinação que seja agradável, mas com a qual você não vai ficar enjoado rapidamente. Você deve antever não somente as cores das paredes, mas também dos móveis e objetos que farão parte da decoração do ambiente.

Passo a passo para aplicar o papel de parede

Uma das maiores vantagens da decoração com papéis de parede é o fato de que são materiais que podem ser aplicados por você mesmo, sem a necessidade de um profissional especializado.

Além da economia de decorar você mesmo a sua própria casa, este poderá ser um momento divertido em família.

Mas, para aplicar o papel de parede em sua casa, alguns cuidados são necessários. Assim, confira um passo a passo para você mesmo fazer a aplicação do papel de parede em qualquer ambiente da sua casa.

1. Separe os materiais necessários

Primeiro, para fazer a aplicação, você vai precisar de alguns materiais, além do papel de parede. Tenha em mãos:

  • Uma trena (ou fita métrica);
  • Cola (caso o papel de parede não seja adesivo);
  • Escada, para aplicação em locais mais altos;
  • Tesoura;
  • Rolo e brocha de pintura;
  • Estilete;
  • Régua;
  • Um rolo de fita crepe.

2. Nivele a parede

Toda a área da parede deve estar nivelada, sem diferenças. Por isso, antes de fazer a aplicação, faça o nivelamento da parede. Gesso e massa corrida podem ajudar nessa tarefa. Também é importante lixar a parede, caso esteja com alguma parte em relevo.

Também passe um pano úmido em toda a extensão da parede em que você pretende aplicar o papel, para eliminar quaisquer sujeiras ou detritos que estejam na parede. De forma que a fixação seja feita com o mínimo de imperfeições possível.

3. Passe uma mão de tinta

A fim de deixar a superfície da parede totalmente regular, passe uma mão de tinta primária incolor ou branca antes de aplicar o papel.

Isso irá evitar que pedaços de gesso e massa corrida se colem no papel de parede e prejudiquem a aplicação dele.

4. Anote todas as medidas da parede

Essa, na verdade, é uma medida que você tem que tomar antes mesmo de comprar o papel de parede, para não correr o risco de comprar a quantidade errada.

Isso porque se você comprar o papel pela internet, por exemplo, e vier uma quantidade menor do que precisa, vai precisar comprar ainda mais papel de parede. Tendo então, que esperar ainda mais para completar o trabalho,

Por outro lado, se você comprar mais papel do que necessário, também gastará dinheiro à toa. Por isso, com as medidas anotadas, você irá comprar a quantidade exata de papel de parede.

5. Corte o papel de acordo com a altura

Depois de medir a parede, corte o papel com a tesoura antes de aplicar. Contudo, não corte a medida exata: deixe alguns centímetros a mais para a aplicação ficar sobre toda a superfície.

O que sobrar, você pode cortar depois com o estilete, que oferece uma melhor precisão que a tesoura quando o papel já está fixado.

6. Passe a cola

Com o rolo de pintura, passe a cola na parede. Mas, atenção: sempre aplique do centro para as bordas, para não acumular cola nas extremidades.

À medida que for aplicando a cola, vá aplicando o papel de parede com cuidado, para evitar bolhas. Nas extremidades do papel, vá limpando a cola que for escapando com um pano úmido.

7. Aplique com cuidado

Um momento que demanda muito cuidado é a aplicação do papel de parede em si. A aplicação deve ser sempre feita do teto para baixo.

Assim, vá colando o papel com cuidado, com o auxílio de uma régua ou pano levemente úmido, para deixar o papel lisinho. A ideia aqui é deixar o papel perfeitamente fixado na parede.

8. Corte as sobras e recorte tomadas e interruptores

Quando terminar de colar o papel, você pode tirar as sobras das extremidades com o estilete. Para tirar o papel de parede de cima das tomadas e interruptores, também utilize o estilete ou uma tesoura afiada.

No entanto, faça o processo com calma, para que os cortes fiquem precisos e sem mostrar a parte da parede que está embaixo.

Conclusão

O uso do papel de parede como forma de decoração da sua casa, é uma forma de economizar e tornar o seu ambiente ainda mais personalizado. Porém, alguns cuidados são importantes, desde a escolha do tipo, até a a aplicação do papel de parede em si.

Esperamos que, com as dicas e informações deste artigo, você saiba que existem diversos tipos de papel de parede. E que também já esteja mais preparado para aplicar um papel de parede você mesmo. Não precisando depender de um profissional especializado para isso.

Gostou das nossas dicas? Aproveite e assine nossa newsletter para receber mais dicas de decoração do seu novo AP!

dicas de decoraçãoPowered by Rock Convert
COMPARTILHAR