investir em renda fixa

Guia para investir em renda fixa em 5 passos simples

Resolveu investir, mas não sabe por onde começar? Que tal investir em renda fixa? Confira aqui algumas dicas sobre investimentos que podem render mais do que a boa e velha poupança.

A poupança deixou de ser, há muito tempo, a melhor opção de investimento entre as opções existentes no mercado financeiro. Isso porque o seu valor se tornou pouco rentável, segundo dados do Banco Central divulgados em Junho de 2019, a rentabilidade está entre 4,55% ao ano.

Ou seja, se você investiu R$1.000,00 na poupança, após o período de 1 ano, você terá apenas o valor de R$1.045,50 para retirar.

Tudo bem, é mais do que guardar embaixo do colchão, que não rende 1 centavo a mais. Mas como dissemos, você consegue outros investimentos mais compensadores do que a poupança. Então vamos a eles:

Investir em renda fixa: CDB

CDB (Certificado de Depósito Bancário) é uma opção para investir em renda fixa e é tão seguro quanto à poupança. E o melhor: rende mais. 

É conhecido como um investimento de renda fixa, ou seja, um investimento com regras de remuneração já definidas no momento da aplicação do título e funciona em cima de rendimento de juros em uma porcentagem predefinida.

Tipos de rentabilidades

O CDB oferece tipos variados de rentabilidades, como prefixados, pós-fixados e híbridos.

Os pré-fixados significam uma taxa de rentabilidade de remuneração fixa. Como 10% ao ano, por exemplo, e não altera independente da situação do mercado. Por isso, é um dos investimentos mais seguros que existe.

Os pós-fixados são dependentes de um indexador econômico, como o CDI, por exemplo.

CDI significa “Certificado de Depósito Interbancário” e não pode ser usado como um investimento direto, mas sim como referência da oscilação de títulos pós-fixados.  

Mas que confusão é essa? Calma, vamos explicar!

CDI é um empréstimo que os Bancos trocam entre si, conforme regra do Banco Central. Se os saques realizados em um Banco no dia superaram o número de depósitos, o Banco pega essa diferença em outro Banco com a obrigação de devolver em até 24h. 

O rendimento do seu CDB vai depender disso. Ou seja: se o rendimento do CDI é 110% e o CDI teve aumento de 10%, você irá faturar 11% de rendimento bruto. Agora se o CDI ficar abaixo, você perderá também. 

Por isso não é tão seguro como os títulos pré fixados, mas sua variação ainda é menor em relação à outros tipos de investimentos que veremos a seguir.

Os títulos híbridos são os menos utilizados no mercado financeiro pois sua taxa de rentabilidade é composta por uma fixa e uma variável, como o IPCA.

IPCA significa Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo e basicamente é o Índice Oficial da Inflação.

Ou seja, você tem rendimento fixo, como no pré-fixado e uma variável, como no pós-fixado. E de qualquer forma o seu rendimento será variável. 

Como começar a investir em renda fixa – CDB?

Primeiro, você precisa ter uma conta corrente em algum Banco. Depois, você precisa ter em conta o dinheiro disponível que deseja investir. 

O próximo passo é escolher o tipo de investimento que quer fazer. Simples, não é?

E não se preocupe, o CDB é protegido pelo FGC (Fundo Garantidor de Crédito), o mesmo órgão que regulamenta as poupanças, então é super seguro.

Mas qual o valor mínimo de investimento em CDB?

O valor mínimo para este tipo de investimento pode variar de um valor abaixo de R$1.000,00 a R$30.000,00.

Mas não se esqueça: Quanto maior o investimento, mais alto será sua rentabilidade sobre ele.

Então, o último passo para começar a investir é se planejar e escolher o melhor valor de investimento. Faça comparações para escolher a melhor opção e verifique as taxas atuais de rendimento, elas irão variar com frequência.

Ficou alguma dúvida? Escreva para a gente nos comentários!

Já iniciou seu planejamento, está satisfeito com os resultados? Comente também!

Confira também sobre alguns investimentos a longo prazo.

 

dicas sobre finançasPowered by Rock Convert
COMPARTILHAR